23 mil vagas de emprego que ninguém quer

As áreas com mais vagas são dentro das atividades imobiliárias e administrativas, alojamento e restauração.
06 Setembro 2021

As ofertas de emprego que não têm procura duplicaram de janeiro até julho, atingindo número semelhantes aos de 2017. O Jornal de Notícias (JN) reporta que, em julho, no Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP) estavam disponíveis, para quem procura, 23 236 empregos.

Desses 23 236, quase metade estão concentrados nas áreas de atividades imobiliárias e administrativas, alojamento e restauração, sendo que é na área de Lisboa e Vale do Tejo que mais destas vagas estão disponíveis.

Muito da razão para estes números aumentarem está diretamente relacionado com a pandemia, contam especialistas ao JN.

O programa ativar.pt foi prolongado, pelo governo, até ao final deste ano. O incentivo associado a este programa varia entre os 5200 e 9700 euros por desempregado contratado sem termo e entre 1700 e 2700 para contratos com termo.

ÚLTIMAS

Share This