Billie Eilish vence principais prémios dos Grammys

A artista de apenas 18 anos é cabeça de cartaz na próxima edição do NOS Alive 2020
27 Janeiro 2020

Billie Eilish foi a grande vencedora dos Grammys ao vencer todas as principais categorias dos Grammys: Artista Revelação, Canção do Ano, Álbum do Ano e Gravação do Ano. Lizzo, a artista que partia para a cerimónia com mais nomeações, e Lil Nas X acabaram por não ganhar em praticamente todas as categorias para as quais estavam nomeados.

Para além das quatro principais categorias, a artistas de apenas 18 anos está ainda em vitórias noutras categorias como Melhor Álbum de Pop Vocal e de Melhor Engenharia de Álbum na categoria Não Clássica (sem contar o de Produtor do Ano na categoria Não Clássica que foi para Finneas O’Connell, o irmão e produtor). Tudo à custa do single “Bad Guy” e do álbum When We All Fall Asleep, Where Do We Go?”

Lizzo, a mais nomeada à partida, venceu o primeiro prémio da noite de Melhor Performance Pop a Solo e de Melhor Álbum Urbano Contemporâneo e de Melhor Performance de R&B Tradicional. O rapper Lil Nas X venceu também dois prémios: Melhor Videoclipe e Melhor Performance de um Duo ou Grupo Pop, graças a “Old Town Road”, tema que conta com a colaboração de Billy Ray Cyrus.

As grandes derrotadas da noite foram Ariana Grande e Taylor Swift. A primeira estava nomeada para cinco categorias e Taylor Swift, três. Ambas sairam de mãos a abanar, sendo que Taylor Swift nem sequer marcou presença na cerimónia.

Tyler the Creator conquistou o Grammy de Melhor Álbum de Rap com IGOR. “Higher”, tema que junta DJ Khaled, Nipsey Hussle e John Legend recebeu o prémio de Melhor Performance de Rap/Sung. Destaque ainda para “Speechless”, da dupla Dan + Shay, que ganhou Melhor Performance de um Duo ou Grupo Country, e para Ventura de Anderson .Paak, que saiu como Melhor Álbum de R&B.

Share This