Covid-19 pode reduzir o desejo sexual dos homens? Descubra aqui

Este estudo foi realizado pela Universidade de Hong Kong.
21 Fevereiro 2022

A infeção por covid-19 pode danificar os tecidos dos testículos, diminuir o desejo sexual e afetar a fertilidade nos homens.



Investigadores da Universidade de Hong Kong foram os responsáveis pela descoberta e que acabaram por divulgar o estudo em vários meios de comunicação social daquela zona.

Os dados do estudo da HKU foram divulgados no domingo pelo investigador Yuen Kwok-yung e pela sua equipa. “É importante estar ciente do possível hipogonadismo (uma deficiência de testosterona que provoca baixa produção de espermatozoides e redução do desejo sexual) e subfertilidade”, garante Yuen.



As conclusões baseiam-se no estudo de alterações testiculares e hormonais em hamsters infetados com o vírus. No prazo de quatro a sete dias após a infeção, as cobaias sofreram uma queda acentuada na contagem de espermatozoides e na testosterona sérica, uma hormona sexual masculina.

O estudo também possibilitou perceber de atrofia testicular assimétrica crónica, uma diminuição no tamanho e peso dos testículos. Mas foram identificadas ainda outras consequências ao nível do aparelho reprodutor masculino, como inflamação testicular aguda, hemorragia e morte dos tecidos testiculares. Estes efeitos persistiram entre sete e 120 dias após a infeção.



Os autores da investigação, cujas conclusões serão publicadas na revista Clinical Infectious Diseases, chamaram a atenção para estudos anteriores, que relataram dor testicular em pacientes com Covid-19. Por outro lado, um outro estudo de autópsias de homens que morreram de Covid-19 mostrou inflamação e danos celulares nos testículos, embora o vírus nem sempre tenha sido encontrado em amostras de sémen.

ÚLTIMAS

Share This