Devolução através do IVAucher é um “presente envenenado”

Segundo o presidente da ACP, a decisão imposta pelo Governo é um “presente envenenado” e não passa de “um paliativo para inglês ver”.
25 Outubro 2021

O Governo admitiu a possibilidade de devolver uma parte do valor gasto em combustível, através do IVAucher, na sequência do aumento sentido nas últimas semanas.

Em relação à decisão, o presidente do Automóvel Clube de Portugal, Carlos Barbosa, considera-a um “presente envenenado”.



Em entrevista à TSF, Carlos Barbosa explica que “no IVAucher estão apenas cerca de um milhão de portugueses registados, como isto é uma maneira de controlar os contribuintes, porque eles podiam perfeitamente fazer o desconto dos mesmos dez cêntimos pura e simplesmente no ISP. A partir daí, não precisavam de fazer mais nada pelo IVAucher”.

O presidente da ACP considera, por isso, que a medida “é um paliativo para inglês ver, é um paliativo para dizer que o Governo fez alguma coisa, mas, no fundo, o Governo não fez absolutamente nada”.

Para o problema, Carlos Barbosa sugere a solução de que Portugal devia ter “um preço de combustível decente. Começo a pensar se não valia a pena tornar a fixar os preços dos combustíveis e não liberalizar os preços”, conclui.



Share This