Está em exposição o último Big Mac na Islândia vendido há 12 anos…

A cadeia fechou todos os restaurantes do país em 2009, mas um hambúrguer que ficou esquecido transformou-se num artefacto.
01 Fevereiro 2022

Há 12 anos que um Big Mac da McDonald’s é guardado na Islândia como se fosse um artefactohistórico. A cadeia de fast food encerrou todos os restaurantes no país em 2009. Três anos depois, um homem encontrou um saco com um hambúrguer e batatas fritas na sua garagem.



“Parecia que o tinha comprado há apenas 15 minutos. Até mesmo as batatas fritas — pareciam acabadas de sair da loja. Como se apenas tivessem ficado frias no caminho para casa”, explicou Hjörtur Smárason ao site “The Takeout”.

O artefacto, como é chamado no país, esteve em exposição durante um ano no museu nacional da Islândia. Passou alguns anos no Bus Hostel de Reykjavik e desde o início do ano que faz parte da exibição do Snotra House, uma unidade hoteleira em Þykkvibær, no sul da Islândia.


O Big Mac pode ser visto logo à entrada. Quando o hambúrguer estava exposto no museu nacional, um especialista disse que a instituição não o deveria preservar.

Perguntaram a Smárason, o homem que havia comprado a refeição, se o queria deitar fora. Respondeu que não, por a considerar algo de grande valor histórico. Esteve exposta de forma itinerante em vários locais, até que a levou aos amigos do Snotra House que o têm em exposição no lounge da pousada.

“O hambúrguer e as batatas fritas ainda estão em boa forma, embora já se tenham passado mais de 10 anos desde a data de validade”, lê-se no site do espaço.



Na Islândia existem espaços da Taco Bell e da Subway, mas com preços muito mais altos do que nos Estados Unidos. Os valores elevados refletem os custos na importação dos ingredientes. A McDonald’s abriu o primeiro espaço no país em 1993, mas devido ao custo elevado das matérias-primas importadas acabou por sair em 2009.



Ora veja:

ÚLTIMAS

Share This