Faça exercício para cuidar da sua saúde mental

O estudo, proveniente dos Estados Unidos da América, mostra a relação direta que existe entre o sedentarismo e o agravamento da saúde mental, em especial, durante a pandemia.
01 Outubro 2021

O estudo, trazido a público pela revista Preventive Medicine Reports, aponta para um maior risco de doenças mentais, quando conjugamos altos níveis de sedentarismo com o contexto sócio-cultural imposto pela pandemia.

Para o estudo, foram avaliados os dados de mais de quatro mil adultos, de cinco estados estadunidenses diferente.

Uma das conclusões iniciais fora que as famílias com baixos rendimentos são quem demonstra níveis de atividade física abaixo do que é recomendado.

Esses cidadãos são 1,46 vezes menos propensos a manter o ritmo de exercício que teriam no pré-pandemia.

Haynes-Maslow, coautora do estudo em questão e professora da Universidade da Carolina do Norte, aponta, como conclusão, ao dado curioso de que os habitantes de áreas rurais teriam dados de saúde mental mais animadores do que os de grandes espaços urbanos. Algo que, em condições pré-pandémicas, se passaria precisamente da forma contrária.

ÚLTIMAS

Share This