Facebook põe fim aos diretos

Vídeos em direto a vender roupa e outros artigos popularizaram-se devido à pandemia.
31 Agosto 2022

A partir de 1 de outubro de 2022, o facebook vai terminar a funcionalidade de compras em direto na plataforma. Segundo um comunicado, a rede social afirma que a partir de 1 de outubro de 2022, vai deixar de ser possível organizar qualquer evento novo ou agendado de compras em direto no Facebook.

Contudo, os utilizadores vão poder continuar a usar o Facebook Live para transmitir eventos em direto, mas deixam de ter à disposição funcionalidades específicas como criar listas de reprodução de produtos ou identificar produtos nos vídeos em direto.

Na nota a Meta justifica a decisão afirmando que os “comportamentos de visualização dos consumidores estão a mudar para vídeos de curta duração”, pelo que está a “alterar o foco para o Reels no Facebook e no Instagram, o produto de vídeo de curta duração da Meta”.

A empresa deixa um conselho aos utilizadores que tenham lojas online para utilizarem o Reels, que permite também identificar produtos no Instagram.


Recorde-se que as vendas em direto no Facebook popularizaram-se nos últimos anos, particularmente durante a pandemia.

Um momento que deu que falar foi quando o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa invadiu um direto, quando duas mulheres vendiam roupa numa loja no Porto.

Ora veja aqui:

ÚLTIMAS

Share This