Homem admite ter matado menina lusodescendente

O crime ocorreu durante uma festa de casamento.
31 Janeiro 2022

Esta segunda-feira, dia 31, um homem admitiu em tribunal ter matado uma menina lusodescendente de oito anos.



Nordahl Lelandais confessou o crime contra Maëlys de Araújo, ocorrido em 2017, durante uma festa de casamento no sudeste de França.

“Quero pedir-vos desculpa, quero dizer que matei Maëlys, que não a queria matar e vou explicar todos os factos durante o decurso desta audiência”, disse à família da vítima.



Recorde-se que o caso, que remonta a 2017, aconteceu num casamento familiar, onde estariam cerca de 200 convidados, na cidade de Pont-de-Beauvoisin.

Em 2018, o arguido confessou o crime e levou as autoridades ao local onde tinha deixado o corpo da criança.

Segundo Nordahl Lelandais, este esbofeteou a menina, o que a levou à morte.



Depois do crime, durante as investigações as autoridades começaram a investigar Nordahl Lelandais por outros homicídios e desaparecimentos à sua volta, bem como acusações de pornografia infantil e abuso sexual de menores.

Em 2021, o homem foi também condenado a 20 anos de prisão pela morte da um jovem de 23 anos.

ÚLTIMAS

Share This