Idosa esteve dois anos morta e mumificada sentada à mesa

Descoberta de cadáver de mulher de 70 anos em Itália está a suscitar reflexão sobre o impacto da solidão nos mais velhos.
11 Fevereiro 2022

A idosa italiana Marinella Beretta, de 70 anos, na passada sexta-feira, foi encontrada mumificada sentada à mesa, em casa, em Como, Itália. O caso está a suscitar reflexão sobre o impacto da solidão nos mais velhos.



A idosa não tinha parentes vivos. Pensa-se que Marinella possa estar morta há mais de dois anos, uma vez que deixou de ser vista , pelos vizinhos, na localidade de Prestino, no início da pandemia, em 2019, e só agora foi descoberta pelas autoridades, que foram a casa da idosa depois de ter sido feita uma denúncia sobre o aspeto inseguro das árvores do jardim.



Mario Landriscina, presidente da câmara do Como, recorda que, perante o sucedido, este “deve ser um momento de reflexão sobre um exemplo de solidão que nos deve realmente levar a melhorar e a mudar certas dinâmicas”. “Cuidar uns dos outros é a experiência das famílias, das instituições e dos nossos cidadãos: ninguém tem de ser deixado sozinho”, completou.

Na conta pessoal do Facebook, a ministra italiana da Família, Elena Bonetti, também lamentou o caso: “O que aconteceu à Sra. Marinella Beretta, em Como, a solidão esquecida, fere a consciência. Recordar a sua vida é o dever de uma comunidade que quer manter-se unida”.




Os meios de comunicação social italianos destacaram a história nas suas páginas e descreveram a idosa como “a solidão personificada”.

 

ÚLTIMAS

Share This