Já sem obrigação de uso de máscaras na rua, são estas as regras que ainda tem de cumprir

Se não sabe ainda, na passada segunda-feira levantou-se a obrigação do uso de máscaras em via pública.
15 Setembro 2021

Já faz algum tempo desde que o uso de máscara faz parte da nossa rotina diária. Porém, têm sido tomadas algumas medidas para que a utilização desta diminua.

Na passada segunda, a obrigatoriedade da utilização de máscara na rua foi levantada, sendo, agora, apenas recomendada a pessoas consideradas “vulneráveis” e quando não for possível manter o distanciamento de 1,5 a 2 metros. Nada se altera, no entanto, naquilo que concerne a sua utilização em espaços fechados.

No regresso às aulas, a máscara é obrigatória a partir do 2º ciclo, assim como, segundo a recomendação da DGS, um metro de distanciamento, entre alunos e/ou mesas.

Outro ponto importante concerne os transportes públicos, onde a lotação total está de volta. Nos eventos culturais, o distanciamento passará a ser de 1,2 metros, o equivalente a uma cadeira de intervalo.

Aqui ficam algumas das regras que estarão em vigor até, pelo menos, dia 30 de setembro:

  • Teletrabalho recomendado para atividades que assim o facilitem;
  • Ida a lojas do cidadão sem marcação prévia;
  • Lotação de 15 pessoas, no máximo, em via pública;
  • Nos estabelecimentos comerciais, a lotação máxima é de oito pessoas por 100m2;
  • Os restaurantes, cafés e pastelarias podem ter, no máximo, 8 pessoas por grupo, no seu interior, e 15 pessoas por grupo, nas esplanadas), podendo, agora, estar abertos até às 02:00h;
  • A testagem ou apresentação de certificado digital é obrigatório, em caso de:
    – Refeições no interior de restaurantes, aos sábados, domingos e feriados, assim como sextas, a partir das 19h;
    – Entrada em bares e estabelecimento de bebidas sem espetáculo;
    – Acesso a salas de espetáculo, casino, bingos ou similares e a termas, spas ou estabelecimentos semelhantes
    – Realização de aulas de grupo em ginásios;
    – Casamentos e batizados com mais de 10 pessoas;
    – Eventos culturais, desportivos ou corporativos para mais de 1000 pessoas (em ambiente aberto) ou 500 pessoas (em ambiente fechado);
  • Espetáculos culturais em recintos de natureza fixa com 75% de lotação;
  • Estádios com lotação até 50%;
  • Casamentos e batizados com 75% de lotação.
Share This