Mulher que vendia rins na internet é detida

Uma mulher, Marielys del Carmen Yedr, foi presa na Venezuela por divulgar um rim humano à venda por 20.000 dólares nas redes sociais, avançou o procurador-geral Tarek William Saab na noite deste sábado, dia 16 de abril.
18 Abril 2022

“Depois de publicações em que divulgava um rim ilegalmente no preço de 20.000 dólares através do *Marketplace*… foi descoberta a localização de uma das pessoas que realizada este tipo de oferta, e foi possível verificar no seu telemóvel o conteúdo da publicação”, revelou o procurador no Twitter.

De acordo com a polícia, na internet circulam várias denúncias de venda de órgãos no Facebook, que também tem sido usado para fraudes e outros crimes relacionados a sequestros.

O promotor partilhou fotos do anúncio publicado pela mulher no Marketplace em que foi oferecido “um rim de menina de 15 anos em perfeito estado”.

A detida, Marielys del Carmen Yedr, será acusada de “doação com fins lucrativos”, segundo William Saab.

Sabe-se ainda que a promotoria está a investigar se existe uma “rede criminosa” à frente deste tipo de publicações.

ÚLTIMAS

Share This