Novo 112 vai detetar o local exato das chamadas

O novo 112 e a manutenção do sistema até ao final de 2027 vão custar 11,5 milhões de euros.
21 Julho 2022

Já a partir de 2023 vai ser possível detetar a origem exata de quem telefona para o 112, a partir de um telemóvel com ligação à Internet, segundo avança o Jornal de Notícias.

A nova funcionalidade vai ser útil nos casos em que a pessoa, que liga para o serviço de emergência, não conhece a localização exata.


O concurso público para a manutenção e modernização dos centros operacionais do serviço 112 deve ser publicado hoje em Diário da Republica. Prevê um investimento de 11,5 milhões de euros.

ÚLTIMAS

Share This