Pai constrói um robô para o filho andar pela primeira vez

O pai atendeu ao pedido do seu filho e construiu este exoesqueleto.
29 Julho 2021

Oscar Constanza, de apenas 16 anos, sofre de uma doença que faz com que os seus nervos não enviem sinais para as suas pernas, impossibilitando o andar.

Como tal, Oscar torna-se bastante dependente dos outros, precisando de ser transportado com ajuda para qualquer sítio. Assim, com o desejo de independência que qualquer outro adolescente tem, pediu ao seu pai, engenheiro de robótica, que lhe criasse um robô que lhe possibilitasse o andar.

Jean-Louis, pai do filho, acedeu ao pedido e criou, então, o exoesqueleto.

Apesar de ainda não ser algo comercializável, o nosso futuro substituto às cadeiras de rodas passa por robôs deste género, de certeza.

Share This