Passageira tetraplégica esquecida em avião

A situação foi dada a conhecer pela sua amiga, a jornalista Sonia Sodha, no Twitter.
07 Junho 2022

Victoria Brignell, uma mulher tetraplégica, ficou durante mais de uma hora esquecida num avião que chegava ao aeroporto de Gatwick no Reino Unido, porque nenhum elemento a ajudou.


Segundo Brignell esclareceu à BBC, para ela poder sair do avião tem de ser levantada por duas pessoas, que a transferem do seu assento para uma cadeira de rodas adaptada aos corredores estreitos do avião e depois transferida para a sua cadeira de rodas no exterior, uma vez que não consegue usar os braças e as pernas.

“Reservei a ajuda com três meses de antecedência, não era como se eu tivesse acabado de aparecer, eles sabiam que eu estava a chegar”, disse a mulher.

Ao que parece, foi-lhe dito inicialmente que a espera demoraria apenas 50 minutos. Contudo, não foi este o caso: “A minha cadeira de rodas chegou rapidamente, mas as pessoas que deveriam ajudar-me a sair do avião não apareceram, estavam ocupadas noutro lugar”.


Os membros da British Airways, aérea com quem ela viajava, foi quem a ajudou durante o voo e durante o tempo em que teve de esperar no avião. Foram também estes que eventualmente a ajudaram a sair do avião.

A situação foi dada a conhecer pela sua amiga, a jornalista Sonia Sodha, no Twitter.


Sodha escreveu: “Olá aeroporto de Gatwick. A minha amiga com uma deficiência, ficou à espera num avião que aterrou há uma hora. Isto é realmente inaceitável”.

Fonte: Notícias ao Minuto

ÚLTIMAS

Share This