Pessoas em isolamento vão poder sair de casa para exercerem o direito ao voto

A decisão de deixar as pessoas em isolamento profilático votarem no dia 30 de janeiro foi tornada pública numa conferência de imprensa com Graça Freitas e Francisca Van Dunem.
20 Janeiro 2022

A diretora-geral da Saúde esclareceu, quarta-feira, dia 19 janeiro que a votação nas eleições legislativas antecipadas dos eleitores em isolamento devido à COVID-19 “é um ato seguro” e recomendou ainda que as pessoas isoladas votem no final do dia para se evitar aglomerados. 



Numa conferência de imprensa no Ministério da Administração Interna, na qual estiveram também presentes a ministra Francisca Van Dunem, e o secretário de Estado Adjunto e da Administração Interna, Antero Luís, para a apresentação do parecer sobre esta matéria pedido ao Conselho Consultivo da Procuradoria-Geral da República (PGR), Graça Freitas lembrou que os cidadãos em isolamento profilático já tinham de sair para fazer testes.

As eleições legislativas antecipadas realizam-se a 30 de janeiro. Porém, e apesar de ser permitido o voto de isolados, apela-se, sobretudo, ao voto antecipado, que acontece no dia 23 de janeiro.



Todos os eleitores podem inscrever-se no voto antecipado entre os dias 16 e 20 de janeiro e, se por alguma razão, não conseguirem votar no dia 23 de janeiro, podem fazê-lo, sem problemas, no dia 30.

 

ÚLTIMAS

Share This