Portugal no top de países europeus que mais utiliza a ‘cunha’

O nosso país é um dos que mais utiliza as 'cunhas' para garantir o emprego.
14 Setembro 2021

Qualquer pessoa, especialmente no nosso país, de alguma forma, seja qual for a sua área de emprego, já passou por um episódio onde viu alguém a aproveitar ou aproveitou uma cunha.

E para comprovar isso, o estudo da Transparency International concluiu que Portugal é o 2º país da União Europeia onde mais se utilizam as cunhas para garantir um emprego, como é possível ver no gráfico presente em baixo.

Percentagem de pessoas no serviço público que utilizaram uma cunha para garantir o emprego

Créditos: Organização Transparency International

Este estudo é um dos maiores inquéritos alguma vez feitos acerca de corrupção e subornos, naquilo que concerne os 27 países da União Europeia. Foram inquiridas mais de 40 mil pessoas, todas a residir em países da União Europeia, entre outubro e dezembro do ano passado (2020).

Pode-se concluir, através dos resultados do estudo, que os países da Europa Ocidental têm menos tendência a subornos mas, em contrapartida, utilizam mais cunhas para terem acesso a certos empregos.

No panorama das cunhas, só a República Checa tira a Portugal, e a França (também com 48%), o primeiro lugar.

No outro lado do espectro, temos a Estónia, que é, simultaneamente, o país que utiliza menos cunhas (12%) e onde o suborno acontece com menos frequência.

Uma das conclusões retiradas pelos autores do estudo, em relação aos resultados da Estónia, é de que os principais fatores são a digitalização dos seus serviços públicos (cerca de 99%) e, como tal, existe um menor contacto e interação humana e, também, consequentemente, uma maior rapidez dos processos e menores oportunidades de corrupção.

 

Share This