Prata olímpica para Patrícia Mamona

A atleta, no seu percurso até à medalha, bateu duas vezes o recorde nacional da modalidade.
02 Agosto 2021

A atleta portuguesa Patrícia Mamona conquistou, ontem, a medalha de prata na modalidade de triplo salto nos Jogos Olímpicos de 2020, onde alcançou a marca de 15,01 metros, marcando assim um novo recorde nacional e juntando-se a Jorge Fonseca como a segunda medalha olímpica portuguesa.

Patrícia Mamona foi batida, apenas, pela venezuelana Yulimar Rojas, bicampeã do mundo, que estabeleceu um novo recorde do mundo, com 15,67 metros. Atrás da nossa atleta, ficou Ana Peleteiro, espanhola, com 14,87.

A atleta do Sporting cumpriu, assim, a sua terceira presença olímpica, depois de ter conseguido um sexto lugar no Rio de Janeiro, em 2016, e o 13º em Londres, em 2012.

Ainda no triplo salto, a portuguesa Evelise Veiga não passou da qualificação, tendo terminado no 19º lugar, ao fazer 13,83 metros, o seu recorde pessoal do ano.

Share This