Roubo de catalisadores. Cinco detidos por furto de catalisadores

A fim de prevenir este tipo de crimes, a Guarda Nacional Republicana aconselha - Evite estacionamentos em locais ermos ou com má iluminação.
10 Fevereiro 2022
Ontem, dia 9 de fevereiro, a GNR apreendeu quatro catalisadores e deteve cinco homens, com idades compreendidas entre os 34 e os 46 anos, por furto de catalisadores, em duas situações distintas, nas localidades da Moita e de Pegões.

O Comando Territorial de Setúbal, através dos Destacamentos Territoriais do Montijo e de Palmela, ontem, dia 9 de fevereiro, apreendeu quatro catalisadores e deteve cinco homens, com idades compreendidas entre os 34 e os 46 anos, por furto de catalisadores, em duas situações distintas, nas localidades da Moita e de Pegões.



Na primeira situação, na sequência de uma denúncia a dar conta de uma tentativa de furto de catalisador, os militares do Posto Territorial da Moita deslocaram-se para o local tendo em vista a localização dos suspeitos. No seguimento da ação, os militares efetuaram diligências policiais, culminando com a interceção do veículo e com a detenção dos três suspeitos.



No decorrer da ação foi apreendido o seguinte material:

·         Um catalisador;

·         Um macaco de levantamento automóvel;

·         Uma rebarbadora a bateria elétrica com um disco de corte;

·         Um carregador da bateria portátil;

·         Uma chave de rodas;

·         Uma navalha;

·         Um alicate.



Os suspeitos, com antecedentes criminais por ilícitos desta natureza, foram constituídos arguidos e notificados para comparecer hoje, dia 10 de fevereiro, ao Tribunal Judicial da Moita, para aplicação de medidas de coação.

Na segunda situação, na sequência de uma denúncia a dar conta de uma tentativa de furto de catalisador, os militares do Posto Territorial de Canha deslocaram-se para o local, tendo sido possível apurar-se que os suspeitos já se tinham colocado em fuga. No seguimento da ação os militares efetuaram diligências policiais, culminando com a interceção do veículo e com a detenção dos dois suspeitos.



No decorrer da ação foi apreendido o seguinte material:

·         Três catalisadores;

·         Uma rebarbadora a bateria elétrica com um disco de corte;

·         Um carregador da bateria portátil;

·         Cinco discos de corte.

Os suspeitos foram constituídos arguidos, e os factos foram comunicados ao Tribunal Judicial do Montijo.



 A Guarda Nacional Republicana tem estado particularmente atenta a este fenómeno criminal e tem investido os seus recursos quer na prevenção como na fiscalização por forma a monitorizar o fenómeno criminal referente ao furto de catalisadores e posterior venda, sendo que é fundamental que as pessoas continuem a denunciar este tipo de crime, por forma a empenhar os recursos disponíveis nos locais onde há maior incidência deste tipo de crime.

A fim de prevenir este tipo de crimes, a Guarda Nacional Republicana aconselha:

·         Evite estacionamentos em locais ermos ou com má iluminação;

·         Caso se depare com uma situação de furto de catalisadores ou de peças de veículos, deverá contactar as autoridades o mais rapidamente possível, devendo, até à chegada destas, recolher o número máximo de elementos de informação possível.

ÚLTIMAS

Share This