Sandra Felgueiras acusa RTP de falta de liberdade

A jornalista prepara-se para abraçar um novo desafio profissional naquela que considera ser a "casa da liberdade".
06 Janeiro 2022

Numa entrevista ao programa “Goucha”, Sandra Felgueiras lançou duras criticas à RTP e à forma como sempre foi tratado o programa “Sexta às 9” que apresentava e liderava. Segundo a jornalista, o programa ganhou notoriedade ao longo dos anos e recebia diariamente dezenas de pedidos de novos casos para investigação, mas não dispunha de meios para os investigar. Sandra diz mesmo “um jornalista não se pode contentar com os casos pequenos só porque não tem meios para investigar os grandes”, numa clara critica à administração da estação pública.



A ex-jornalista da RTP fez um balanço positivo dos seus 22 anos na estação, mas afirma que saiu porque a proposta para um novo desafio profissional era demasiado atractiva. Aproveitou até para deixar rasgados elogios ao grupo Cofina enquanto “casa da liberdade” ou “detentor dos principais jornalistas de investigação de Portugal”.

Sandra Felgueiras não revelou quando arranca oficialmente o seu trabalho no grupo do Correio da Manhã, mas desvendou que o seu trabalho não se ficará pela televisão, mas chegará também à imprensa, como a revista “Sábado” ou “Visão”.



Nesta longa entrevista com Manuel Luis Goucha, Sandra Felgueiras foi surpreendida pela mãe, pai e amigos que falaram sobre a sua personalidade dedicada ao trabalho desde a infância e sobre o orgulho que sentem pela forma como a jornalista encara o trabalho.

ÚLTIMAS

Share This