Seixalense detido por pornografia de menores fica proibido de usar internet da Altice

No âmbito da operação de combate à pornografia de menores, o Ministério Público do Seixal apresentou, a interrogatório, um arguido indiciado pela prática de 53 crimes de pornografia de menores.
07 Outubro 2021

Segundo o que informa o Ministério Público, “o arguido tinha instalado no seu computador o programa de aquisição e partilha de ficheiros eMule (um programa Peer-to-Peer ou P2P), a partir do qual descarregou, disponibilizou para partilha e partilhou videos de cariz pornográfico envolvendo menores (…)”.

Como tal e em sequência ao que se passou no interrogatório, foi aplicada uma medida de prisão preventiva e, por se tratar de um crime de pornografia de menores, foram aplicadas as medidas de coação de obrigação de apresentação  periódica trissemanal, impossibilidade de deslocação para o estrangeiro, com entrega de passaporte, e proibição de utilização de serviço de internet da Altice.

A investigação, no entanto, prossegue, num esforço conjunto do Ministério Público do Seixal e da Polícia Judiciária.

ÚLTIMAS

Share This