Vacinação permite “relaxar” no uso de máscara e distanciamento

O Centro Europeu de Controlo de Doenças atualizou as linhas orientadoras para controlo da pandemia e admite um alívio das restrições à medida que a vacinação avança.
24 Maio 2021

À medida que a vacinação avança, o uso obrigatório de máscara e a preocupação com o distanciamento social poderá abrandar, segundo o Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC, sigla em inglês), que atualizou esta quarta-feira (21 de abril de 2021) as linhas orientadoras para o controlo da pandemia. O organismo admite que alguns países podem começar, “lentamente”, a relaxar algumas restrições de combate à Covid-19, nomeadamente para vacinados.

O centro europeu sublinha que, no contexto atual, e dadas as evidências disponíveis, “o risco de desenvolver doença Covid-19 grave para um indivíduo totalmente vacinado é muito baixo em adultos jovens e adultos de meia-idade, e baixo em adultos mais velhos ou pessoas com fatores de risco subjacentes”, e que, por isso, a redução geral dos riscos de doença grave depende da adoção da vacina e da cobertura vacinal na população em geral.

O centro europeu considera, também, que os requisitos para testes e quarentena de viajantes e a testagem regular nos locais de trabalho “podem ser dispensados ou modificados para indivíduos totalmente vacinados, desde que não haja circulação ou [perante] um nível muito baixo de variantes”.

Ainda assim, e devido ao atual contexto epidemiológico na UE, “em espaços públicos e em grandes concentrações, incluindo durante viagens, as intervenções não-farmacêuticas [restrições e uso de máscara] devem ser mantidas independentemente do estado de vacinação dos indivíduos”, frisa o ECDC.

Share This