Vai entrar em vigor um novo subsídio para trabalhador da cultura

Este subsídio será semelhante, a nível de funcionamento, ao subsidio de desemprego e espera-se que chegue até aos 1.097 euros, dependendo do caso.
22 Outubro 2021

Todos os trabalhados da Cultura vão ter direito a, no final de um mês de inatividade, a um subsídio que se assemelha ao subsídio de desemprego, que poderá variar entre os 438,81 euros e os 1.097 euros, anuncia a ministra da Cultura, Graça Fonseca.



Segundo nos conta Graça Fonseca, o trabalhador da Cultura terá “direito a um subsídio em caso de suspensão de atividade cultural, que se verifica quando estiver um mês sem atividade” e que terá “um valor mínimo de 438,81 euros e um máximo de 1.097”.

A ministra da Cultura refere que, para aceder ao subsídio, o trabalhador terá “de perfazer o prazo de garantia de seis meses de prestação de atividade”.



ÚLTIMAS

Share This